Gatinhos: Minha experiência

Eu sou apaixonada por animais. Sempre tive cachorro em casa e recentemente encontrei um amor eterno: os gatos. 
Acho que existe muito essa coisa de "ai eu prefiro gato" e "ai eu prefiro cachorro". Eu gosto dos dois igualmente, até porque a personalidade de cada um é muito diferente! 

Vou contar rapidamente como eu conheci o mundo dos bichanos e falar da minha experiência, então não quer dizer que eu vou falar coisas super corretas. São coisas que aconteceram comigo. 


Kero
A história começou quando a minha mãe pegou uma gatinha linda de olhos azuis ainda filhote. Depois disso descobrimos quanto um gato pode surpreender. Ele é muito engraçado e faz coisas que a gente não espera, e cada gato (por mais que as gatices sejam meio que "padrões" haha) tem a sua personalidade. E então essa gatinha teve uma ninhada de três gatinhos lindos. Era o dia inteiro admirando as criaturinhas até começarmos a ter que doar :(
Ficamos com uma dos três porque não resistimos. E mais tarde, recebemos a noticia que o único machinho tinha sido morto pelo vizinho da pessoa que o adotou. Foi um choque, bem no dia do meu aniversário. Eu chorei muito e tive que esquecer por um tempo pra conseguir aproveitar o dia. Infelizmente ainda tem muito disso pelo mundo...
Seguindo a vida, a filhote que pegamos cresceu e também engravidou, mas ela teve complicações e precisou fazer cesariana para retirar os filhotinhos (mortos) e castrar. Aprendemos a lição que o gato TEM e DEVE ser castrado, sem mais. Foi total irresponsabilidade da nossa parte. 

Mas depois disso tudo, quando eu já estava morando aqui em SP, minha mãe encontrou um filhote de gato abandonado na frente da casa dela e foi ai que eu disse "mãe cuida dele ai que eu vou trazer ele pra SP!".
Ele estava muito assustado e cheio de pulgas. Muito magro e nem brincava direito. Mas logo se revelou ser um amor de gato! Cuidamos dele e agora eu digo que ele caiu lá das nuvens, veio voando porque sabia que eu ia ficar com ele Hahaha 
Demos o nome de Kero pensando no anime Sakura Card Captors, porque é muito fofo Haha


Meg
De acordo com o que eu já passei, vai ai algumas considerações (hahaha):

O gato TEM que ser castrado, independente de morar em casa ou apartamento, ser macho ou fêmea. 
Ele tem que ser levado no veterinário. Se não tiver condições, tente procurar na sua cidade se tem algum programa de animais que seja gratuito ou mais acessível. 

Quanto a morar em apartamento, antes eu achava que podia afetar a vida do gato porque sempre pensamos que o gato é um bichinho livre, mas não é bem assim. Ele não tem essa necessidade de andar na rua. Minha mãe mora em casa, mas as gatas não tem o costume de andar pelo bairro, no máximo atravessam a rua e sobem no telhado (de noite porque elas são medrosas). Mas também sou contra a prender o gato em um comodo fechado porque afinal o gato também gosta de brincar e ter o seu espaço. 

Se o gatinho é filhote, ele VAI pentelhar. Morder e arranhar, bisbilhotar e entrar em todos os cantinhos, tentar subir na mesa ou pendurar na sua saia linda que está ali se movimentando enquanto você anda. O negócio é ensinar e ter paciência. Eu geralmente faço apenas "shhh" pro Kero quando ele está me mordendo muito forte. 

Quanto a caixinha de areia, o Kero aprendeu sozinho. Nunca fez nada em lugar errado, foi natural. 
Mas as gatinhas da minha mãe deram mais trabalho. Nós mostrávamos onde elas fizeram errado e depois levávamos na areia. Depois que cresceram um pouquinho elas aprenderam. 
Eu estou usando uma mistura diferente na areia que ajuda bastante na hora de limpar porque vira vários torrões e é fácil pra pegar com a pazinha. 
A mistura é: 2kg de faria de mandioca (não torrada), 1kg de sal grosso, 2 colheres de bicarbonato de sódio e 4kg de areia para gatos (qualquer uma). 
É bom, mas não sei se vou fazer de novo porque o cheiro de farinha está me deixando enjoada Hahahaha Eu vi na internet e não achei nada que falasse que faz mal pro gato. Ele nem ligou, usou normalmente. 
Tive dúvida de onde deixar a caixa de areia e estou deixando no banheiro porque tem mais espaço que a área de serviço e estou querendo comprar uma caixa mais alta porque agora o Kero está crescendo e jogando areia para os lados. Quanto ao cheiro, se deixar a caixinha sempre limpa, quase não se sente nada.


Miu
Compramos um arranhador, mas ele não entendeu ainda que aquilo é de arranhar e por enquanto usa o sofá ou a base da cama box mesmo... Hahahaha

Cada gatinho vai demonstrar seu carinho de um jeitinho diferente porque eles são sim carinhosos!

É isso! Eu sempre posto fotos do Kero e das outras gatinhas lá no meu instagram. É basicamente isso que eu posto na verdade Hahaha

Logo a família vai crescer com mais um gatinho e um cachorrinho também! Hahaha

Beijos,
   Karol

2 comentários: